Marcelo Katsuki

Comes & Bebes

 

A empada perfeita

Passei o final de semana na cozinha com minha mãe brincando de fazer empada. É sério! Ela está sempre testando receitas de massas e acabou acertando uma que não é nem tão gordurosa como a 'massa podre' e nem tão seca, a ponto de ficar dura.

E com tantas forminhas forradas, eu e minha irmã ficamos inventando recheios, como uma de frango com creme de milho e outra de 'kabochá' (abóbora japonesa) com carne seca (a da foto acima). No fim, o simples recheio de frango com azeitona acabou sagrando-se campeão. E viva a tradição!

Mas o curioso é que hoje, enquanto eu tratava a foto, recebi um e-mail de um leitor, o Alexandre, que se intitula "comedor de empadas". Muita coincidência! Ele tem um blog onde avalia as empadas da cidade (cotação com azeitonas!) e até dá a receita da massa podre. Se você também adora empadas, vale a pena conhecer o Empada Perfeita. Nhac!

Escrito por Marcelo Katsuki às 12h28

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Marakuthai abre filial em São Paulo

A chef Renata Vanzetto inaugurou seu restaurante Marakuthai (filial paulistana da casa de Ilhabela) nessa semana. A jovem, de apenas 20 anos, já é estrelada: ganhou o prêmio de Chef Revelação do Guia Quatro Rodas 2009. Na degustação para convidados, pequenas porções encatavam pela delicadeza da apresentação e sutileza dos sabores típicos tailandeses, onde o picante e o adocicado acariciavam a língua sem agredir.

A história da Renata é engraçada: começou a cozinhar aos oito anos fazendo omeletes. Vendia também suas criações para os colegas no colégio. Quando abriu seu primeiro restaurante em Ilhabela, a cozinha funcionava na garagem de barcos da família e oferecia apenas um prato: frango ao curry. O sucesso exigiu um cardápio 'menos enxuto'; foi quando surgiu o filé com curry e coco. O horizonte 'thai' estava traçado.

O ambiente da filial paulistana é muito aconchegante, todo decorado com móveis reciclados. No balcão do bar destacam-se os bancos 'de balanço', pendurados por cordas - imagina que beleza depois de alguns drinques, hehe! O espaço foi projetado por sua mãe, Silvia, que é decoradora, e caprichou nos dois andares que compõem o restaurante. O clima é intimista e ótimo para um jantar romântico (alguns pratos são perfeitos para se compartilhar) ou para um jantar com amigos. Delícia!

Khiri Khiri: cremosos bolinhos de camarão com crosta de castanha de caju e molho picante de pimenta com saquê (R$ 20,00)

Atum com crosta de gergelim, molho de ostras, mousse de wasabi e compota de manga.

Sadhu: finas lâminas de pato defumado com queijo de cabra (25,00)

Lótus: saladinha de macarrão de arroz com hortaliças, tirinhas de frango, e gergelim (18,00) e Laos: salmão cru com dois tipos de molho picante agridoce acompanhadas de frutinhas na cachaça (26,00)

Meu favorito da noite: Satun, um denso creme de coco com lulas macias, mariscos, alho-porró e limão (R$ 22,00)

Peixe branco empanado com farinha de milho acompanhado de purê de batata doce com azeite trufado (R$ 55,00)

Tirinhas de filé mignon em molho picante e levemente adocicado de curry vermelho com arroz de jasmin e farofa de banana (R$44,00)

O aconchegante salão no piso superior

A jovem chef Renata Vanzetto

Marakuthai
Al. Itu, 1.618, Jardim Paulista
Telefone: 0/xx/11/3062-7556

Escrito por Marcelo Katsuki às 08h53

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pão com ovo

['Bruschetta' de ovo de codorna, uma versão finger food do famoso pão com ovo?]

Segundo minha amiga Aninha, "pão com ovo" pode significar desde uma pessoa 'facinha', até pobre ou feia. Maldade! Mas esse pão com ovo da foto é na verdade um canapé que comemos naquela viagem a Mendoza e que foi a sensação em meio a tantas outras delícias mais elaboradas!

Um pãozinho cortado ao meio coberto com um ovo de codorna frito e um fiozinho de molho de soja. Singelo! Super 'pão com ovo', hehe! Não tinha provado, mas o povo falou tanto que fui pra cozinha e pedi para fazerem mais.

Fotografei, comi e gostei! Mas hoje, vendo a foto, me pergunto: será que tínhamos exagerado no vinho? Ou foi a visão da cordilheira que entorpeceu nossos sentidos? Sei lá, talvez no fundo gostemos mesmo de um bom pão com ovo. E quem há de negar?

Escrito por Marcelo Katsuki às 00h16

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Tem café no meu fondue

Na semana passada tomei um capuccino muito gostoso no Nicecup Café (Rua Pedro Nicole, 01 – Chácara Klabin - Tel: 0/xx/11/5083-1012). Mais especificamente, o Nice Cappuccino, feito com café e leite aromatizado com cardamomo, de uma cremosidade ímpar. Pudera, a casa utiliza a máquina de café italiana La Marzocco FB-80, considerada a melhor do mundo.

Agora a Nicecup lança uma novidade tentadora para esses dias frios: um Fondue de café com chocolate ao perfume de conhaque, acompanhado de frutas variadas e mini churros (R$ 20,30). Já vi que vou ter de voltar lá, olha que beleza!

Escrito por Marcelo Katsuki às 12h58

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Recortando a pizza

Uma tesoura para pizza? Mais uma daquelas maluquices que o povo adora inventar (para a nossa diversão). Se bem que os chineses já usam uma tesoura para cortar macarrão enquanto se servem à mesa! Então...

Mas para provar que o excêntrico pode ser rentável, vejam que até a Amazon vende a sua!

Escrito por Marcelo Katsuki às 12h43

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Novidades no Sukiyaki do Bem

Esse friozinho que tem feito só me faz pensar em comer uma coisa: Sukiyaki. Essa especialidade japonesa, onde verduras são refogadas com carne, tofu, cogumelos e outros ingredientes é o tipo de prato que alimenta, aquece e reconforta. Talvez por isso mesmo tenha sido escolhido pela ceramista Hideko Honma para ser a estrela do evento beneficente que ela realiza anualmente, o Sukiyaki do Bem.

Nesse ano a grande novidade é a presença de três grandes chefs fazendo uma releitura do prato: Tsuyoshi Murakami, Alex Atala e Adriano Kanashiro reinterpretarão o sukiyaki, que será servido em 350 'utsuwa' (peças de cerâmica) criadas pelas ceramistas do Atelier além de outras 350 assinadas por Hideko Honma, onde será servida a sobremesa criada pelo chef Laurent Grolleau.

A ceramista Hideko Honma e o chef Adriano Kanashiro.

O evento acontecerá no Grand Hyatt São Paulo (Avenida das Nações Unidas, 13.301, S.Paulo) no dia 4 de julho, às 20h. Venda de convites pelos telefones 0/xx/11/5042-4450 e 3209-0215. Mais informações no site Sukiyakidobem.com.br. O convite custa R$ 300 e inclui duas cerâmicas “utsuwa”, jantar, sakê, água, refrigerante, sobremesa e café. Toda a renda será entregue para a "Assistência Social Dom José Gaspar – Ikoi no Sono" que cuida de idosos e para a "Associação Travessia" que auxilia crianças e jovens especiais.

Escolha do 'utsuwa' no evento do ano passado.

Escrito por Marcelo Katsuki às 11h17

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Culinária latina contemporânea no Ají

Vista da bonita área externa.

Na semana passada estive em uma degustação para convidados no Ají (Rua Bela Cintra, 1.709, Jardins - Tel.: 0/xx/11/3083-4022), nova casa de temática latino-americana que trouxe o chef boliviano Checho Gonzáles para a cidade. O chef, ex-Zazá Bistrô (Rio), criou um cardápio que passeia pela culinária latina mas traz um toque contemporâneo - e mais delicado - aos pratos.

Abaixo, uma amostra dos pratos servidos.

Ostra em vinagrete com bacon e canela em pó.

Escaveche de polvo com creme de mangas, uma deliciosa combinação.

Chupe, uma sopa levemente picante com camarões, batatas, milho e ají!

Bonito grelhado sobre ragout de camarões e tomates com perfume de bacon e azeite de ervas.

Picante de pollo: frango e aji amarillo cozidos em seu próprio caldo, rico e vigoroso, sobre soute de ervilhas e mandioca.

O cherne em pirão de laranja levava uma cocadinha e farofa de maracujá com pão crocante. Foi meu prato favorito!

Escrito por Marcelo Katsuki às 09h26

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Quartas da Gastronomia Japonesa

O Consulado Geral do Japão realizará em parceria com a Fundação Japão o ciclo de palestras "Quartas da Gastronomia Japonesa". A primeira será  no dia 17 de junho com o crítico gastronômico da Folha de S.Paulo, Josimar Melo que vai apresentar "A cozinha do Japão no Japão".

No dia 24 de junho é a vez do editor da Veja São Paulo, Arnaldo Lorençato contar a "História da gastronomia japonesa em São Paulo". E no dia 1º de julho, Jun Sakamoto, chef do restaurante que leva seu nome, vai falar sobre "O virtuose do sushi". Bacana!

As palestras acontecerão no Espaço Cultural Fundação Japão, na av. Paulista, 37, 1º andar. Inscrições pelo email cgjcultural4@arcstar.com.br.
P.S.: As inscrições já estão esgotadas (22/06/20009)

Escrito por Marcelo Katsuki às 13h32

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Os melhores do ano

Ricardo Castilho, Diretor editorial da revista Prazeres da Mesa, abre a premiação.

Mal cheguei do evento no Hyatt e cá estou eu postando os vencedores do Prêmio Melhores do Ano Prazeres da Mesa/Bohemia (porque se eu não fizer isso agora, não consigo amanhã, correria!). O evento desse ano foi ótimo, bem menos muvucado e com direito a bandinha com o maior clima de festa da saideira do Boteco Bohemia, adorei! Os vencedores? Estão logo abaixo.

Chef do ano
Tsuyoshi Murakami, restaurante Kinoshita, São Paulo, SP

Chef revelação
Henrique Fogaça, restaurante Sal, São Paulo, SP


Restaurante do ano
Kinoshita, São Paulo, SP

Sommelier
Ernesto Arahata, do restaurante Piselli, São Paulo, SP

Bar do ano
Dona Onça, São Paulo, SP

Barista
Graciele Rodrigues, Lucca Cafés Especiais, Curitiba, PR
Yara Thaís Castanho, Suplicy Cafés Especiais, São Paulo, SP


Restaurante de cozinha brasileira
Tordesilhas (chef Mara Salles), São Paulo, SP

Banqueteiro
Christian Formon, São Paulo, SP

Barman
Pereira, Astor, São Paulo, SP

Um dos momentos de grande emoção: homenagem a Ângelo Salton, Personalidade do Vinho.

Outro grande momento foi a premiação do jornalista Saul Galvão, como Personalidade da Gastronomia. Só consegui fazer essa foto, mas fica aqui o registro (e a homenagem).

Escrito por Marcelo Katsuki às 00h35

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Luz, câmera, blog!

E o blog da Julia Powell, que rendera o divertido livro "Julie & Julia", virou filme! Ou foi o livro que foi parar na telona? Pouco importa. Já dá para ver o trailer no site oficial e no YouTube. E modernas que são, nossas cozinheiras já têm Facebook e Twitter. Mas o filme, só em agosto...

Escrito por Marcelo Katsuki às 09h16

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Entre Estantes & Panelas

Segundona animada! Além do prêmio da Prazeres, no próximo dia 8 de junho acontece a primeira edição do projeto Entre Estantes & Panelas - A gastronomia de pensar. O ciclo de palestras terá a coordenação executiva de Janaina Fidalgo, jornalista da Folha, e a curadoria de Alex Atala e Carlos Alberto Dória.

O objetivo é debater a tradição das diferentes cozinhas brasileiras e incentivar a sua discussão. O evento acontecerá no teatro Eva Herz (capacidade 166 lugares) da Livraria Cultura do Conjunto Nacional (Av. Paulista, 2073, tel. 0/xx/11/3170-4033), das 18h às 19h45.

O primeiro encontro vai discutir o tema "O que é cozinha brasileira" com os chefs Alex Atala e Mara Salles, o sociólogo Carlos Alberto Dória e a antropóloga Livia Barbosa, além da mediadora, Suzana Barelli. E o melhor: entrada franca! Todo mundo lá!

Escrito por Marcelo Katsuki às 11h23

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Melhores do Ano da Prazeres da Mesa

Carla Pernambuco, Tsuyoshi Murakami e Ivo Faria
indicados como Chef do Ano

Como acontece todo ano, o Prêmio Melhores do Ano Prazeres da Mesa/Bohemia vai eleger os melhores profissionais da gastronomia de 2009, divididos em 14 categorias. A cerimônia vai acontecer nessa segunda-feira, dia 8, às 20 horas, no Hotel Grand Hyatt, em São Paulo.

Veja algumas categorias e seus finalistas  

Chef revelação

Christian Burjakian, restaurante Limonn, São Paulo, SP
Henrique Fogaça, restaurante Sal, São Paulo, SP
Mariana Valentini, restaurante Valentina, São Paulo, SP

Restaurante do ano
eñe, São Paulo, SP
Kinoshita, São Paulo, SP
Roberta Sudbrack, Rio de Janeiro, RJ

Sommelier
Fabiana Gherardini, Enoteca Saint Vin Saint, São Paulo, SP
Ernesto Arahata, do restaurante Piselli, São Paulo, SP
João de Souza, do restaurante Terzetto, Rio de Janeiro, RJ

Bar do ano
Astor, São Paulo, SP
Choperia Albano’s, Belo Horizonte, MG
Dona Onça, São Paulo, SP
Dry, São Paulo, SP

Para ver a lista completa e saber mais sobre a premiação, clique aqui.

Escrito por Marcelo Katsuki às 00h35

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

No restaurante de Francis Mallmann

Na viagem a Mendoza, jantamos no 1884 Restaurante do chef argentino Francis Mallmann. O restaurante fica dentro de uma bodega e tem uma arquitetura monumental, de estilo marcadamente espanhol. A cozinha, separada do salão interno por uma janela de vidro, permite acompanhar a correria dos cozinheiros, embora a idéia já seja adotada em muitos restaurantes. Divertido mesmo é a cozinha externa, que acomoda a grelha e o forno a lenha, onde são preparados pratos regionais, uma especialidade do chef.

Logo na entrada, um aconchegante bar com uma vasta opção de destilados, onde encontramos até opções de cachaças brasileiras.

Mesa de pães dos mais variados tipos servidos no couvert. Quase um clima sacro, mas os pães eram divinos mesmo!

Forno à lenha da área externa. Tava um frio, coitado do cozinheiro!!!

Minha entrada: Provoleta con salada de tomates quemados y orégano (37 pesos). Nem sei porque pedi esse prato, acho que mais pelos tomates assados que adoro, mas haja queijo!

Vista da cozinha.

Meu principal: Caja de frutos de mar (105 pesos). Tudo deliciosamente no ponto correto, apenas um pequeno deslize no sal. E na luz da foto, hehe.

Já a Costeleta con puré de papas y ajo (61 pesos) do Mauro parecia até ter luz própria!

 

Na dúvida sobre o que pedir de sobremesa, uma ótima solução: Degustación de postres 1884 (91 pesos). Dá para quatro pessoas se deliciarem com a Panqueque de dulce de leche, o Queso con dulces mendocinos, o Chocolate para fanáticos, as Frutas quemadas con helado y crocantes e o famoso Flan de dulce de leche do chef.

Vista do imponente salão.

E depois de uma noite em grande estilo, alguém se aventuraria a conhecer o 'Baixo Mendoza'? Hmmm... Roncos no caminho de volta na van.

Escrito por Marcelo Katsuki às 01h28

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Marcelo Katsuki Marcelo Katsuki é editor de arte de Mídias Digitais da Folha, colaborador da revista sãopaulo e colunista da "Prazeres da Mesa".

BUSCA NO BLOG


TWITTER

    Twitter RSS

    ARQUIVO


    Ver mensagens anteriores
     

    Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
    em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.