Marcelo Katsuki

Comes & Bebes

 

Rota dos Sentidos

No último final de semana participei da Rota dos Sentidos, um jantar enogastronômico com a chef Bella Masano, do restaurante Amadeus. O jantar aconteceu lá em Campos, no Restaurante Araucária do Grande Hotel Senac. Bella surpreendeu com o que sabe fazer de melhor: pescados e frutos do mar. Se bem que suas sobremesas são sempre deliciosas também. Abaixo, o desfile de pratos.

Começamos com um Amuse Bouche de Baby Mariscos e Ceviche de Robado com Aji Amarillo, harmonizado com um L'Hereu Brut de Raventós - Blanc. Na sequência, Uma salada morna de polvo (foto) com pipoca de arroz selvagem, harmonizado com um Alvarinho Muros Antigo, 2007 - Anselmo Mendes.

A entrada quente era uma Vieira cremosa ao perfume de trufas brancas. Acompanhado de um Chardonnay Reserva Legado 2007 - De Martino.

Primeiro prato: Camarão gigante em bisque com ervas frescas, arroz proibido e couve crocante. Na taça, um Prado Rey Rosado 2007 - Real Sitio de Ventosilla.

O prato principal era um Peixe no papelote e farofa de azeitonas pretas (adorei!) que caiu super bem com o Pinot Noir Vielles Vignes François Labet 2006.

De sobremesa: Straciatelli com uma taça de Château des Tours 2005. Ufa!

Bella se diverte na cozinha do Araucária.

Nesse final de semana quem comanda a cozinha de lá é o chef Tsuyoshi Murakami, do restaurante Kinoshita. Tem até workshop gratuito no Senac Lab! Não dá pra perder, é a última semana da temporada!!!

Escrito por Marcelo Katsuki às 16h07

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sanduíche-íche

Ainda nesse 'papo sanduba', o PP me indicou o Insanewiches. Coisa de maluco? Um passatempo talvez? Pouco importa: diversão!!!

Será que harmoniza?

Fotos: Reprodução - Insanewiches

Escrito por Marcelo Katsuki às 13h39

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Os 10 mandamentos do hambúrguer

O que um hambúrguer precisa para ser considerado bom? Luiz Cintra, do Saint Louis Burger abre o jogo com 10 dicas abaixo. Aliás, o Luiz criou um blog só sobre o tema, se você for uma burger lover como eu, acesse já o blog do Saint Louis!

Os 10 mandamentos do hambúrguer, segundo o Luiz Cintra

1 - O hambúrguer de verdade deve ser preparado apenas com carne bovina, só carne, nada mais.
2 - O tempero é sal e pimenta-do-reino.
3 - O pão deve ser levemente tostado.
4 - A carne deve ser tostada por fora e macia e rosada por dentro.
5 - Se for cheeseburger, queijo na medida certa para não mascarar o sabor da carne.
6 - Pepinos em conserva e anéis de cebola crua são complementos perfeitos.
7 - O bacon, quando acrescentado ao sanduíche, deve ser crocante.
8 - Pegar leve na maionese, só pra complementar o sabor.
9 - Não abusar de ketchup nem de mostarda.
10- E para finalizar, nada de hambúrgueres industrializados, são péssimos!

E aí, alguma sugestão, sir?

Escrito por Marcelo Katsuki às 00h05

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Workshop no Senac Lab

Final de semana em Campos. Passei frio mas passei bem!!! Fui conhecer o Senac Lab, a convite do Senac São Paulo, um laboratório montado em pleno centro de Capivari com workshops gratuitos de gastronomia e moda. Participei também da Rota dos Sentidos, um jantar enogastronômico com a chef Bella Masano, do restaurante Amadeus, mas isso vou contar num próximo post.

Abaixo, a receita de Cozido de pernil e milho na espiga em cerveja de trigo, criação do Daniel Dias, aluno de gastronomia, que pude provar em um dos workshops. Receita ótima para o frio! Tá logo abaixo.

Cozido de pernil e milho na espiga em cerveja de trigo
Ingredientes (Para 5 pessoas)

- Pernil (com osso) 1,5kg
- Cerveja de trigo 1L
- Caldo de Porco 1,5 L
- Milho verde em espiga 5un
- Mostarda 3 C.Sopa
- Cominho 2 C.Chá
- Noz Moscada ½ C.Chá
- Cebola 3un
- Alho 1 cabeça
- Cravo da Índia 3un
- Tomilho 1 maço
- Cebolinha 1 maço
- Manteiga 70g
- Farinha de Trigo 70g

Modo de Preparo
No dia anterior: fazer uma marinada com a carne de pernil (sem osso), duas cebolas, meia cabeça de alho, 300ml da cerveja, dois ramos de tomilho, sal e todo o cravo
Para o Caldo de Porco: Cozinhar legumes (cenoura, cebola e salsão) com 02 litros de água e os ossos do pernil por aproximadamente 4 horas.
Para o final da preparação: derreta a manteiga com a farinha de trigo em uma panela à parte e reserve.

O cozido
1) Suar uma cebola cortada em cubos pequenos e três dentes de alho (laminados) no azeite
2) Colocar a carne em cubos grandes aos poucos para selar e não perder o suco
3) Colocar a cerveja e deixar reduzir à metade
4) Acrescentar a mostarda, o cominho e a noz moscada
5) Adicionar o milho
6) Cozinhar por 1,5 hora ou até que a carne amoleça. Mantenha líquido na panela completando sempre com o caldo
7) Corrigir o sabor com sal, pimenta e tomilho. Caso precise, engrossar com a manteiga e a farinha. Servir com afeto (o mais importante!)

O autor da receita, Daniel Dias, aluno de gastronomia do Centro Universitário Senac – Campus Campos do Jordão.

 

Escrito por Marcelo Katsuki às 00h44

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Vodca com bafômetro

A novidade é boa: um kit de vodca com bafômetro! A iniciativa é da vodca polonesa Sobieski, produto da empresa francesa de bebidas Belvedere. E o preço sugerido do kit com duas garrafas mais o bafômetro é amigo: R$ 55. Assim você já fica sabendo a hora de passar a chave do seu carro para um amigo te levar pra casa!

Escrito por Marcelo Katsuki às 12h36

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Chega de lambuzeira

Quantas vezes você já teve que apelar para os dentes para abrir o sachê de ketchup ou de mostarda e se melecou todo? Eu, várias! Mas agora descobri o Khort, um abridor de sachês que foi criado por um brasileiro.

É, a necessidade é o impulso da criatividade! Agora só falta inventarem um abridor de copinho de água mineral. Ou alguém consegue tirar aquela tampinha de alumínio numa boa?

Escrito por Marcelo Katsuki às 12h16

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pâtissier em Porto Alegre

Na rápida passagem por Porto Alegre, almoçamos no simpático Pâtissier (Rua Marquês do Pombal, 128 - Moinhos de Vento – Porto Alegre - Tel. 0/xx/51/3395-3848) do chef Marcelo Gonçalves. A dica foi do 'destemperado' Diogo, nosso host pela cidade.

Depois de uma gostosa caminhada pelo bairro - que está muito bacana por sinal - sentamos no deck para o menu degustação oferecido diariamente (R$ 60). O chef conta que começou com uma pâtisserie, depois passou a servir alguns pratos até chegar ao formato atual, com espaço até para apresentações musicais. A decoração é cuidadosa e aconchegante, adorei o cooler metálico cheio de espumantes.

O couvert trazia suculentas azeitonas temperadas, queijos e patê, mas o destaque foi o grissini retorcido de parmesão. Comi vários!

Uma gentileza do chef: empanadas de carne. E quem dispensaria uma deliciosa e quentíssima empanada?

De entrada, um substancioso creme de abobrinha com uma bela fatia de bacon crocante. Simples e saboroso.

Meu principal: um Hambúrguer de filé e linguiça calabresa grelhado no carvão com cebola caramelizada, gorgonzala e molho barbecue, guarnecido com batatinhas. Um favorito da casa, pena que estava um pouquinho salgado para o meu paladar, mas o aroma do carvão compensou. Porção pra lá de generosa!

Minha amiga Cris foi de Confit de pato com molho de vinho e alecrim e um singelo purê de batatas. Acertou em cheio, perfeito até na harmonização com os vinhos que degustamos.

A sobremesa, que seriam maçãs caramelizadas com sorvete, foi substituída (a pedidos) por um irresistível Mil folhas de bergamota, outro favorito do lugar.

Aliás, os doces parecem ser o forte da casa, mesmo quem não gosta de sobremesas como eu, arregala os olhos diante do tentador balcão de vidro. Depois de algumas garrafas de vinho, finalizamos o almoço brindando com uma taça de espumante Estrelas do Brasil. E voamos!

Escrito por Marcelo Katsuki às 14h50

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Semana del Tequila

O Obá (Rua Doutor Melo Alves, 205 - Jardins - tel. 0/xx/11/3086-4774) vai realizar mais uma vez a sua Semana del Tequila, que começa amanhã e vai até 2 de agosto. São 19 rótulos da bebida, fora as margaritas, como a deliciosa versão de melancia (foto), e outros drinques com o destilado. Desta vez, Hugo Delgado trouxe o casal compatriota de chefs Benito Molina e Solange Muris para fazer o cardápio! Eles são famosos por liderar a chamada “cozinha de vanguarda mexicana” e apresentarão um menu com 15 antojitos, as "tapas" mexicanas para se comer com tequila.

E aliás,se você quiser aprender o jeito certo de beber tequila - e a receita da margarita acima - é só acessar o Vamos Cozinhar, um site novo só de vídeo-receitas, idealizado pelo publicitário e gourmet Reginaldo Siqueira. Lá tem o divertido programa “Sabores do mundo”, em que o Hugo e o artista plástico Felipe Ehrenberg (marido da Lourdes Hernandez, nossa querida cozinheira atrevida) mostram como é a verdadeira maneira mexicana de tomar “o” tequila. Acesse!

Escrito por Marcelo Katsuki às 13h09

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Batedeira musical

Quem disse que batedeira só serve para bater massa?

Fonte: Gafanhoto

Escrito por Marcelo Katsuki às 13h23

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Bistrô de Papel

Passei o finde lendo o Bistrô de Papel, a versão 'unplugged' do Bistrocarioca.com.br. O blog do Paco Torras completou três anos e para comemorar, o autor reuniu os posts mais divertidos para compor um livro cheio de informações não só da cena carioca, mas de sua experiência pelo mundo.

Com um projeto gráfico super bacana, o livro surpreende ao organizar os textos numa sequência que evidencia a linha editorial do Bistrô: sempre atento aos costumes, com um olhar crítico, mas sem nunca abrir mão do humor. Recomendo!

Escrito por Marcelo Katsuki às 12h17

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Coisa de russo

Tá, é meio nojento, mas hoje tive um ataque de riso quando vi essas salsichas cabeludas no blog do meu amigo Junior. Tô até hipnotizado por essa versão com olhinhos, hehe. Pior que o site English Russia jura que é o último grito gastronômico entre os blogueiros russos. Bizarro!

A versão com espaguete de tinta de lula então é um susto só. O Junior vai até fazer um concurso e o pior é que já me bateu uma idéia... Cruz credo!

Antes do cozimento é quase uma obra de arte! Quase.

Escrito por Marcelo Katsuki às 00h56

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ingredientes e Territórios

Acontece hoje, das 18h às 19h30, o segundo encontro do "Entre Estantes & Panelas - A Gastronomia de Pensar", no Teatro Eva Herz (Livraria Cultura do Conjunto Nacional).

Roberta Sudbrack , Ana Luiza Trajano, Neide Rigo e Roberto Smeraldi participam de uma mesa-redonda sobre "Ingredientes e Territórios", com mediação de Betty Kövesi. Necessário!!!

Escrito por Marcelo Katsuki às 16h17

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O Guia

Esse Josimar Melo sempre na frente! Amanhã, domingo, o crítico de gastronomia da Folha, estreia seu programa O Guia, no National Geographic Channel (NatGeo - canal 33 da Net, 34 da TVA e 51 da Sky). A proposta do programa é "revelar lugares e pessoas mostrando sua cultura através da culinária, vinhos, temperos e histórias".

O Guia vai ao ar semanalmente, sempre às 20h. Sua primeira temporada é composta por 13 episódios que Josimar gravou visitando nada menos que oito países, onde pescou, caçou e até apanhou trufas. Com seu olhar perspicaz e humor afiado, esse programa promete! Anthony Bourdain que se cuide!

Escrito por Marcelo Katsuki às 13h20

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O fim da barrinha

Quando o despertador tocou às 5h30 do sábado, bateu um certo arrependimento e a sensação de estar embarcando num inesperado programa de índio. Deixar a cama quentinha e rumar para Guarulhos tão cedo, só para conhecer o novo serviço de lanches e bebidas da Gol a convite da empresa não era lá nenhum sonho de consumo pro meu final de semana preguiçoso. 'Jisuis', o que a gente não faz por um post!

Mas bastou o aconchego no bom dia da Beta, o sorriso envolvente da Ale, a animação da espevitada Cris e a 'tri' simpatia do Diogo para o dia ficar diferente. E mesmo sem uma gota de cafeína no corpo, embarcamos animados pela conversa que corria solta. Essa turma de blogueiros é tão divertida que mais parecem amigos de infância. Sério. Mal humor passa longe!

Quanto ao menu, a Gol manteve o serviço gratuito de refrigerantes, águas e snacks, mas agora oferece outras opções de bebidas quentes e alcoólicas e sanduíches frios. E refrigerantes e sucos em lata e caixinhas, a preços similares aos cobrados nos aeroportos.

Minha opção foi o sanduíche Gourmet: pão com parmesão, rúcula, queijo gouda, salame italiano e queijo cremoso, por R$ 10. Equilibrado e gostoso, tanto que comi tudo, apesar de não lanchar no café da manhã. Diogo, ao meu lado, já não teve tanta sorte: seu Caprese com tomates e muçarela de búfala, veio com pouco recheio para o pão farto. Mas achou saboroso. De bebida, um copo de suco de laranja, do setor 'grátis' do carrinho. Que aliás, você pode repetir.

O que eu gostei desse novo serviço é a opção de poder comer e até tomar um vinhozinho (garrafa de 187 ml por R$ 15), o que ajuda a passar o tempo e a matar a fome em alguns casos. Deus me livre do tempo das barrinhas de cereais, tédio! A apresentação do serviço tem um cardápio bem feito e embalagens bacanas. E se a cobrança separada desse serviço ajuda a baixar também o preço da passagem, acho justa.

O que poderia ser melhorado? A falta de troco, que me fez optar pelo pagamento com cartão. A falta de opções de lanches quentes. O Kids, por exemplo, se fosse quentinho, viraria um Club sanduich irresistível e seria minha opção. O café solúvel a preço de espresso (mas café de avião é sempre solúvel, né?)

A viagem passou rápido e no final nos divertimos conhecendo alguns lugares bem legais em Porto Alegre tendo o Diogo como nosso host.  A gente nem queria terminar o passeio, tanto que quando voltamos ao aeroporto, os alto-falantes gritavam nossos nomes anunciando que o embarque estava sendo encerrado. Deu tempo, ufa!

*Por enquanto o serviço é servido apenas nos voos que saem de São Paulo, Brasília, Natal, Porto Alegre, Belém, Fortaleza e Salvador.

Escrito por Marcelo Katsuki às 00h21

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sukiyaki em três versões

Sábado foi dia de sukiyaki. Melhor ainda, dia do Sukiyaki do Bem, evento beneficente organizado pela ceramista Hideko Honma em parceria com o Grand Hyatt São Paulo. A grande novidade foi a releitura do tradicional prato japonês preparada por três grandes chefs da cidade. Abaixo, cenas o evento.

Os chefs e organizadores brindam após o ‘Kagami Wari’ (cerimônia da quebra do barril de saquê).

Alex Atala nos bastidores preparando seu prato.

Alex fez uma versão vegetariana e utilizou temperos brasileiros.

Murakami fez sua versão fria, com uso de tofu frito, ovo, folhas de shissô e carne. (Foto: Claudia Rumi)

A releitura do Adriano trouxe o sukiyaki envolto em uma massa.

Finalizando, a sobremesa do chef Laurent Grolleau, de chocolate com sorbet de caqui.

Escrito por Marcelo Katsuki às 13h01

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Quinta 'Sushinfonia' de Beethoven

Escrito por Marcelo Katsuki às 12h43

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Abaixo de zero

A AmBev acaba de lançar a Antarctica Sub Zero, nova cerveja pilsen que é duplamente filtrada a uma temperatura de -2ºC, sem congelar! Não sou lá muito cervejeiro, exceto na praia, onde tomo 'breja' como se fosse água de coco (é o calor). Mas me surpreendi com a nova cerveja.

Cheguei a ouvir que era 'meio aguada', o que me animou, pois não gosto de cervejas amargas. E de fato, ela tem um sabor bem mais suave e sua refrescância é acentuada a ponto de sugerir um toque quase mentolado na boca. Só sugestão mesmo, provavelmente porque degustei ela bem gelada, com sua espuma cremosa e persistente. Apesar de sua leveza e suavidade, seu teor alcoólico é de 4,6%, dentro da faixa das cervejas pilsen.

Escrito por Marcelo Katsuki às 01h55

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Marcelo Katsuki Marcelo Katsuki é editor de arte de Mídias Digitais da Folha, colaborador da revista sãopaulo e colunista da "Prazeres da Mesa".

BUSCA NO BLOG


TWITTER

    Twitter RSS

    ARQUIVO


    Ver mensagens anteriores
     

    Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
    em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.