Marcelo Katsuki

Comes & Bebes

 

Cebiche Clássico do La Mar

Cebiche Clássico do menu degustação do restaurante

Que calor, hein? Que tal preparar um cebiche (ceviche) para refrescar? O Jah, de Brasília, pediu e a gente atende em grande estilo, com uma receita de Cebiche Clássico do La Mar Cebicheria Peruana!

Cebiche Clássico
(1 porção)

- 180gr de robalo em cubos (ou linguado, garoupa)
- 140ml de suco de limão
- Pimenta dedo de moça picado
- Gengibre ralado
- 1 gr de alho ralado
- 60 gr de cebola em fatias finas e lavadas
- Coentro Picado
- Sal
- Batata doce cozida para acompanhar (suaviza a acidez do prato)
- Alface para decorar

Modo de fazer
Temperar o robalo com sal, gengibre, alho, o suco de limão e o dedo de moça picado. Misturar bem para que o peixe absorva os sabores. Adicionar o coentro e continuar misturando. Colocar a cebola, misturar e servir imediatamente. Decorar com uma folha de alface.

La Mar Cebicheria Peruana
Rua Tabapuã , 1410, Itaim Bibi - Tel.: (11) 3073-1213

Escrito por Marcelo Katsuki às 13h03

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Fazendo sushi em casa

Eu e minha mãe sempre tivemos dificuldade para enrolar o kappamaki (o hossomaki de pepino). E tem jeito do recheio ficar centralizado? Tem sim!

Assistimos ao DVD Sushi Sashimi - O Japão em sua Casa (R$ 24,90 nas bancas e livrarias) e descobrimos como. Claro que ninguém vai virar um mestre do sushi com o vídeo, mas já é um começo inspirador.

O DVD tem duas etapas: começa com o sushiman Ricardo Takeyama novinho e branco feito um peixe prego preparando sushis tradicionais. E com uma aluna que não sabe nada e fica perguntando o tempo todo, hehe. E numa segunda etapa, mais atual, o chef ensina a preparar um  hot filadélfia e temakis. Aliás, os temakis me deixaram inspirado para fazer uma festinha. Super práticos!

Veja um preview do DVD abaixo!

 

Escrito por Marcelo Katsuki às 14h04

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Qual o seu quociente de prazer?

Tô aqui ouvindo a chuva cair (deve ser para me acalmar). Quer fazer o teste? Clique aqui.

Escrito por Marcelo Katsuki às 14h59

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Festa com frutas na Mercearia

Mojito de fruta do conde, Camarões Grelhados ao Molho Bangcoc e Tabule de Quinua e Frango com chutney de nectarina, batatas spyce e acelga chinesa

A Mercearia do Conde está comemorando 18 anos com o festival Frutas do Conde, onde as frutas são as grandes estrelas. Frutas como mexerica, cajá e nectarina aparecem como protagonistas ou em molhos e chutneys nas receitas da chef Flávia Mariotto.

Pra completar a chef fez uma brincadeirinha com a fruta que dá nome ao restaurante criando um Mojito de Fruta do Conde e um Gelado de Fruta do Conde com Calda de Cajá. Corre que é só até o dia 6 de dezembro!

Serviço:
Mercearia do Conde

Rua Joaquim Antunes, 217, Jardim Paulistano
Telefone para reservas: 3081-7204
www.merceariadoconde.com.br

Escrito por Marcelo Katsuki às 12h53

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Quarta gorda

O Jantar do Século na sua casa
Hoje tem a noite de autógrafos e lançamento do livro "O Jantar do Século" escrito pela Mariella Lazaretti sobre o jantar que abriu a Semana MESA SP 2008. Além do registro desse jantar histórico, há belas fotos e as receitas dos chefs, dentre eles, Ferran Adrià, Martin Berasategui, Juan Mari Arzak e Alex Atala. Pra você fazer o seu jantar do século!
Te vejo lá:
Livraria Cultura - Conjunto Nacional - Loja de Arte
Av. Paulista 2.073, das 19h às 22h.

 

Degustação às cegas (e gratuita) de cachaça Fulô
Hoje às 20h, haverá uma degustação às cegas inédita das cachaças Fulô no bar Genial, na Vila Madalena (R. Girassol, 374). O evento é gratuito e aberto ao público e será comandado pelo mestre cachaceiro Vicente Bastos Ribeiro. Inscrições pelo telefone (11) 3667-1899.
Na sexta-feira, a partir das 13h, quem for almoçar no Astor (R. Delfina, 163) poderá degustar uma dose da nova Fulô Ipê ou um drinque feito com a cachaça, tangerina e gengibre. Reservas pelo tel. (11) 3815-1364. E viva a cachaça!

 

Paladar: entrega de prêmio e revista nova!
Acontece hoje a entrega do Prêmio Paladar, para os melhores pratos da capital paulista. Os vencedores serão anunciados em evento no hotel Grand Hyatt São Paulo (Av. Nações Unidas, 13.301 - Brooklin Novo), a partir das 20h.
A grande novidade desse ano é o lançamento da revista especial do Paladar. Não foi convidado? Tudo bem, a festa será transmitida ao vivo pela TV Estadão. Tin-tin!

Escrito por Marcelo Katsuki às 10h42

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Festival Camburi Gastronômico

A dica para quem descer para a praia nesse feriado é aproveitar o Festival Camburi Gastronômico, que reúne cinco dos melhores restaurantes do litoral norte paulista, e vai até domingo. Dei uma rápida passada no finde e fiquei encantado com os pratos do restaurante Ogan, que não conhecia. E pude rever a cozinha reconfortante do Antigas, com pratos também deliciosos. Abaixo, o que comi nos dois.

O chef Valmir Alexandrini ficou preocupado quando pedi pelo Tempura de camarões, legumes e abacaxi (R$ 33,00). Responsa! Mas ele me ganhou já na apresentação, originalíssima! A fritura estava perfeita, sequinha e crocante. E o molho, embora não fosse um tentsuyu original, era levemente picante e saboroso.

Lascas de Bacalhau sobre vinagrete de lentilhas vermelhas e chips de batata doce (R$ 31,00), outro prato de apresentação impecável e interessante combinação.

Meu principal foi um prato de Camarões perfeitamente salteados na manteiga com risoto de gorgonzola e pérolas de maçã verde (R$ 68,00).

Minha amiga Beta foi de Lulas grelhadas recheadas de arroz negro e polvo com legumes levemente picantes (R$ 54,00).

Minha sobremesa estava fenomenal: Enformado de chocolate com figos verdes frescos sobre crocante de amêndoas (R$ 16,00). Tão bonita quanto gostosa!

O gostoso ambiente do Ogan. Para voltar sempre.

O Antigas, da chef Denise Mori, veio com um menu inusitado, que chamamos de JJ: japa-judaico. Mesclou receitas e ingredientes mas manteve o padrão de cominda reconfortante, que fez a fama do lugar. E entre as surpresas, a mais gostosa das sobremesas: Mentirinha de ricota com pasta de ameixa preta (R$11,00). Não se deixe impressionar pelo nome, apenas deleite-se!

Uma das entradas: Marinado de lula com agrião e maçã verde (R$ 22,00). Combinação delicada e harmniosa.

Outra opção era o Guefilte de salmão com pepinos em conserva (R$ 24,00).

Meu principal: Camarões grelhados ao molho de damasco acompanhados de varenikes de gorgonzola (R$ 47,00). Não sei o que estava mais gostoso: se os camarões, o molho ou os varenikes. Todos adoraram.

Minha sobremesa: Compota de figo fresco recheado de nozes com ganache de chocolate (R$ 14,00). Também gostosa, mas bote fé na Mentirinha, você vai ver que vale (e muito) a pena, hehe.

Lista dos restaurantes participantes:

Oganchef Valmir Alexandrini
Estrada do Camburi, 1650 – Camburi, tel. 12 3865.2388

Antigaschef Denise Mori
Rua Reginldo Flávio Correa, 190 – Camburi, tel. 12 3865.1355

Cantinetta - chef Corrin Wilkinson
Estrada do Camburi, 720 / loja 01 – Camburi, tel. 12 3865.2612

Manacáchef Edinho Engel
Rua Manacá, 102 – Camburi - tel. 3865.1566

Pitangueirachef Jean Gras
Estrada do Camburi, 1589, tel. 12 3865.1688


Escrito por Marcelo Katsuki às 12h16

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Temaki no almoço

Temaki de salmão (R$ 7,50 simples, R$ 9,00 o completo)

Quando preciso dar um relax no meio do expediente, faço meu almoço tardio numa temakeria que abriu aqui na rua do jornal. É um pouco longe, são cinco quadras de caminhada por calçadas irregulares que abrigam o comércio local, mas aí reside a diversão.

Se na ida vou ansioso para comer apenas um Tempurá de legumes (R$ 10) com um suco, na volta caminho em zigue-zague entrando nas lojinhas bagunçadas. Há mercadinhos, lojas de balas, de artigos de 1,99, bancas e até casas de material de construção. Adoro comprar alicates e tampos de ralo!

Mas chega de digressão. O Kony Sushi Bar não fecha à tarde. E seus temakis são bem gostosos. Já provei vários, mas ultimamente ando numa fase 'fritura' e vou lá só para comer Tempurá.

Porção de guioza

Outro dia fui com um amigo e ele comeu quase o cardápio completo! Foi bom porque provei o crocante Hot roll de salmão (R$ 16,50) e o Guiozá (R$ 7,50), pratos que provavelmente eu não pediria.

Domburi de frango

Ainda arrematei um Domburi de Frango (R$ 9,90), tigela grande de arroz coberto com legumes e frango com molho de shoyu. Uma refeição completa. E se abuso nem me preocupo com o peso na balança (e na consciência). Volto fazendo a digestão lentamente tentando não deixar a carteira pelo caminho.

Kony Sushi Bar
R. Barão de Limeira, 1.233 - tel.: 0/xx/11/3666-6762

Escrito por Marcelo Katsuki às 12h50

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Luxo acessível

Visão da nossa mesa: quase um Dinner in the sky. E sem risco de queda.

Três coisas me impressionaram no novo Arola-Vintetres: a bela vista do 23º andar do Tivoli São Paulo Mofarrej; a comida impecável com preços acessíveis e o atendimento atencioso da jovem equipe do salão.

O tradicional Pan con tomate numa caixinha e no estilo 'faça você mesmo'. Lúdico.

O chef catalão Sergi Arola tem outros três restaurantes: em Portugal, Barcelona e Madri e pretende fazer de sua nova empreitada brasileira um restaurante de alto nível mas com um tíquete por pessoa de dois dígitos - o que vai depender do vinho, claro. Existem várias opções a R$ 12, como o Aspargos verdes na grelha com romanesco, a Berinjela assada, com pinholes tostados e os Aspargos brancos cozidos em baixa temperatura. A alegria dos vegetarianos! Ainda, Polvo na brasa com batatas confitadas e pimentões "de la vera" por R$ 18 (foto abaixo).

Polvo na brasa com batatas confitadas e pimentões "de la vera"

Os pequenos croquetes de jamón ibérico (R$ 32) têm uma textura diferente, são mais firmes e sequinhos. Já o Embutido caseiro de vieira com bacon defumado (R$ 29) desmancha na boca, tem um toque adocicado e vem sobre folhas de espinafre macias; foi meu prato favorito!

As famosas Batatas Bravas ao estilo Arola (R$ 24): cilindros crocantes recheados com molho levemente picante com topping de aïoli. Tem que provar!

Versão degustação do Lombo de "kobe" beef tropical com cebolas glaceadas e purê de cogumelos. "A melhor carne do mundo", segundo a Beta, que me acompanhava.

Um certo clima de Paris ao fundo?

Sonhos de chocolate com creme de laranja (R$ 18). Saboros mas com a massa um pouco pesada, único deslize da noite.

Momento doce "Arola": três pequenas sobremesas: Creme de manga, Abacaxis caramelados com creme e Chocolate com capinha de coco - R$ 18

O chef catalão Sergi Arola.

Arola também se preocupou em montar um cardápio com clássicos de seus restaurantes mas procurou trabalhar com o que há de mais fresco entre os ingredientes locais. Ele se diz um fã do Mercado Municipal de São Paulo.

Em breve o restaurante deve oferecer um cardápio executivo no almoço, que deve favorecer o público que trabalha na região. Mas a sugestão é reunir os amigos para poder provar vários pratos enquanto você se delicia com a vista lá de cima. Já pensou, um belo final de tarde ao som da ótima trilha sonora do bar? Recomendo!

Arola-Vintetres
Al. Santos, 1.437, 23º andar
Cerqueira César - Oeste. Telefone: 0/xx/11/3146-5900

Escrito por Marcelo Katsuki às 12h54

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Nas livrarias

Semana de lançamentos. Estive na noite de autógrafos da Coleção Introdução ao Jornalismo organizada pela jornalista Magaly Prado. Lotação máxima, calor e um monte de jornalistas na Saraiva do Shopping Higienópolis!

Os autores Cleide Floresta, editora do Agora São Paulo, Lígia Braslauskas, editora-executiva do portal R7 e Luis Caversan, colunista da Folha, autografam seus livros.

Rosana Hermann foi logo perguntando: "E o nosso 'jantar no céu', não rola mais?" Queria muito, fia, só pra ver a gritaria, hahaha! Na foto com Magaly Prado.

Charlô Whately na fila de autógrafos de Betina Orrico, que lançou seu livro "Jantares que não dei" na Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Esse eu já li e é ótimo!

Escrito por Marcelo Katsuki às 14h07

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Festa da Saideira

Os vencedores da noite: Famoso Bar do Justo, Botica do Quintana e Veríssimo.

Demorou mas saiu! Imagens e o resultado da Festa da Saideira do Boteco Bohemia. Consegui comer alguns petiscos que tinham me deixado curioso e tomei mais algumas Weiss (virei fã de cerveja, quem diria).

E o 1º lugar desse ano ficou com o Veríssimo com o petisco "Pirulito de Rabada no Caixote". Esse petisco tem um picles de quiabo que só por ele já merecia um prêmio. E uns ovos de codorna que explodem na boca, divertidos!

O 2º colocado foi o Famoso Bar do Justo com o petisco "Sousplat De Vol-au-vent" (na foto com o Adriano), com um bolinho de bacalhau que desmanchava na boca acompanhado de Vol-au-vents variados.

O 3º lugar ficou com a Botica do Quintana com o petisco "Cone de Baião no Varal". Outro que tinha um acompanhamento digno de prêmio: Carpaccio de carne seca com couve mineira crisp e sal grosso. Muito bom!

Um dos petiscos que havia me deixado curioso: "Birogueti", do Barbirô: um bolinho de espaguete à bolonhesa. Ideia muito doida mas gostosa, hehe.

Uma das coisas que me impressionou: o céu de mortadelas da Perdigão. Cenografia incrível, forte, de bom gosto.

Outras premiações da noite:
Melhor Atendimento
1º Lugar - Famoso Bar do Justo ;  
2º Lugar - Botica do Quintana
3º Lugar - Veríssimo
 
Melhor Ritual de Servir Bohemia
1º Lugar - Kamaleon
2º Lugar - Veríssimo
3º Lugar - Botica do Quintana

Agora só no ano que vem. Hasta!

Escrito por Marcelo Katsuki às 12h49

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ouro negro

Pobre adora camarão mas acho que tive um upgrade: virei fã de caviar! Tudo culpa do Festival do Caviar no eñe. Fui convidado para um almoço de apresentação onde pude provar o raro - e caro - caviar imperial iraniano Beluga (a latinha acima com 250 gramas custa aproximadamente mil euros). Com pele fininha e pouco salgada, a iguaria se desmancha na boca com uma delicadez ímpar. E emoldurada pelos belos pratos da casa, preparados pelo chef Flávio Miyamura, chegavam à mesa como pequenas obras de arte. Cenas de uma exposição:

O famoso Tartar de ostra do eñe, agora com caviar. A perfeição pode ser melhorada!

Pupunha com caviar e azeite, apenas. Para sentir todo o sabor das ovas.

Pão com azeite e caviar, numa linha mais comfort food.

O Creme de couve flor com caviar tem uma textura aveludada e acompanha uma curiosa "água de tomate" cristalina e gelatinosa.

Ovo poche, aspargos, caviar e uma rica espuma de frutos do mar com pimentões numa combinação harmoniosa.

Robalo e creme de mandioquinha com caviar.

A forte e saborosa Papada de leitão com caviar sobre purê de raízes e um denso molho de ovas.

Pão-de-ló de chocolate com frutas vermelhas, sorvete de damasco, ganache e caviar de chocolate arrematando a refeição.

Festival do Caviar no eñe
Até o final do estoque do caviar
R$ 395/pessoa (bebidas e serviço a parte)
Servido no almoço e Jantar
R. Dr. Mário Ferraz, 213 – Jardim Europa - tel.: 0/xx/11/3816-4333

Escrito por Marcelo Katsuki às 14h27

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A cozinha da dona Laura

Mais livro bom! Nas semana passada conheci a Dona Laura, proprietária da Pousada da Alcobaça, em Petrópolis, autora do "A Cozinha da Alcobaça", um livro recheado de memórias e receitas gostosas. Dona Laura escreve tão bem quanto cozinha. O livro tem dicas valiosas para o uso de ervas e outros ingredientes, permeando as receitas que fazem a fama da pousada. Pratos como o Arroz com camarão, o Pirão de maçã, a Torta de Nescau e a Geleia de jabuticaba.

Tem até uma Sopa de Dieta para regimes de emagrecimento, onde Dona Laura arremata a receita com bom humor: "As quantidades ficam por conta do pobre coitado que precisa emagrecer." Dá para não gostar?

Dona Laura preparou um jantar no Studio 768 da Carla Pernambuco.  Na chegada, Torradinhas bem finas com manteiga e parmesão e um incrível Paté de fígado de pato com geleia de amora feita em casa, que conquistou todo mundo.

Uma saladinha verde da horta, temperada com ervas frescas e vinagrete de laranja. Acompanhava a Maionese com truta defumada, matadora.

De principal, Pato com molho de laranja e champignon acompanhado pelo Pirão de maçã, batatinhas com alecrim, legumes e arroz com passas. Simples e delicioso.

De sobremesa, Torta de chocolate com amêndoas caramelizadas, doce de coco do engenho e sorvete de creme. A torta recebia uma capinha de caramelo que podia ser quebrada com a colher, mas bem mais firme que um brulée. Para se comer rezando!

Eu e a Ale Blanco (do Comidinhas) adoramos. E viramos fãs da Dona Laura.

Na gostosa cozinha do Studio 768 com Dona Laura, Nick, Riq Freire, Carla e Carol, minha futura esposa (segundo o Facebook!). Tô feito.

Escrito por Marcelo Katsuki às 19h27

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Os jantares imaginários de Bettina

Alguém já disse que cozinhar pode ser um ato de amor (enquanto o amor durar, porque depois, haja arroz queimado!), mas criar um menu inspirado no sentimento que alguém possa lhe despertar, isso é sensacional. É o que a Bettina Orrico faz em "Os Jantares Que Não Dei". Com um texto reconfortante e cheio de ricas memórias, Bettina homenageia personalidades como Niemeyer, Beatriz Segall e Zeca Baleiro com cardápios completos e suas receitas.

Mas sabe de qual eu gostei mais? Do jantar para Sansão, que trabalhou na casa dela durante sua infância. Texto delicioso, receitas mais ainda. Ou vocês acham que eu não fui para o meu 'fogão imaginário' enquanto me divertia com as narrativas da Bettina?

O lançamento acontecerá no dia 10 de novembro, a partir das 19h na Livraria Cultura do Conjunto Nacional (Av. Paulista, 2073 - tel: 0/xx/11/3170-4033). Te encontro na fila!

Escrito por Marcelo Katsuki às 10h45

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"Na chon"

No dinner, no sky. A grande surpresa do Brastemp Dinner in The Sky foi que a mesa ficou "na chon" mesmo! Désolée...

Não era assim, uma Brastemp...

Escrito por Marcelo Katsuki às 21h59

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Voar, voar, subir, subir

Leve frio na barriga. Fui convidado para participar amanhã da segunda subida do Dinner in the Sky, menu do chef Fred Frank a 50 metros do chão. Se eu tenho medo da altura? Não, mas tenho medo do impacto, hehe! Rezando muito para não ventar!

Depois eu conto aqui, mas se você quiser garantir um lugar à mesa, será aberto ao público de 5 a 14 de novembro, com chefs como o espanhol Sergio Torres, Renato Carione, Pascal Valero, Bella Masano, Rodrigo Oliveira, um casting "estrelado", ui (sorry, não resisti.) Ligue: 0/xx/11/3294-9945 ou acesse: Brastemp Dinner in the Sky. A gente se encontra no céu!

IMPORTANTE: O Dinner in The Sky será na Av Paulista, 1230 – Antiga Mansão Matarazzo - e não mais no Ibirapuera.

Escrito por Marcelo Katsuki às 12h49

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Marcelo Katsuki Marcelo Katsuki é editor de arte de Mídias Digitais da Folha, colaborador da revista sãopaulo e colunista da "Prazeres da Mesa".

BUSCA NO BLOG


TWITTER

    Twitter RSS

    ARQUIVO


    Ver mensagens anteriores
     

    Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
    em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.