Marcelo Katsuki

Comes & Bebes

 

Bem-casado

Cena do filme (foto: Divulgação) e Escargots à la Provençale sobre Polenta do La Casserole

É, todos querem morar na Paris do novo filme de Woody Allen. O filme encanta e a gente sai querendo passear pelas ruas mal iluminadas da cidade em busca daquela fuga romântica, às vezes necessária.

Então bote a sua melhor roupa e entre no túnel do tempo (e do espaço) e vá até o Arouche conhecer o Festival de Flambados que o La Casserole está realizando nos jantares de terça à quinta. Antes, claro, inspire-se com uma sessão de "Meia-noite em Paris" acompanhado daquela pessoa especial.

Fui ontem ao restaurante da Marie-France Henry e enquanto o garçom dava um show flambando o Risoto de Lagostins e Aspargos ao Pastis (R$ 55) no meio do salão, por um instante me senti teletransportado para algum bistrô escondido em St. German.

A senha é olhar para a bela imagem da cidade que decora o salão, mergulhar no perfume untuoso do flambado e deixar a magia acontecer. Bobagem? Que nada. Triste é quando a gente perde a fantasia.

Meia-Noite em Paris
Direção: Woody Allen
Salas onde o filme está sendo exibido

La Casserole
Largo do Arouche, 346
Tel: (11) 3331-6283
Mais informações sobre o Festival de Flambados aqui

MAPINHA AQUI

Escrito por Marcelo Katsuki às 19h54

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O novo menu do Kinoshita

Maguro Tororo: baba que é uma beleza!

Jantei outro dia no Kinoshita com meu amigo Junior Ferraro do blog Que Delícia para conhecer o novo menu do restaurante e resolvemos inovar também: fizemos nosso primeiro post colaborativo! Junior escreve, eu fotografo: nada mais apropriado. Então clique aqui no link e veja que delícia! Ops.

Escrito por Marcelo Katsuki às 13h14

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Aconchego Carioca

O nome do bar já diz tudo. E como amanhã é feriado e tá todo mundo com pressa, não vou me estender aqui com elucubrações de um final de semana feliz no Rio. Eu quero é mais.

Quero mais Bolinho de aipim com moqueca de camarão (R$ 23 - 6 unid.), bolinho de abóbora com carne seca (R$ 17 - 6 unid.) e bolinho de grão de bico com bacalhau (R$ 18 - 6 unid.). Eu quero, eu quero, eu quero.

Quero mais gente sussurrando "humms" de prazer no meio do salão lotado.

Quero mais Jiló do Claude (R$ 18) com queijo de cabra e torradas pra gente sorrir fazendo cara amarrada.

Quero mais Bolinhos de feijoada (R$ 18 - 4 unid.) com torresminho e cachaça, Pastel de angú com requeijão de ervas (R$ 18 - 6 unid.) e até Deixa Arder, (R$ 18) com pimenta dedo de moça recheada com carne seca e empanada.

Quero mais P.F.inho (R$ 20 - 6 unid.) com bolinhos de arroz e feijão recheados com ovo de codorna e potinho de carne moída pra gente fazer lambuzeira.

Quero mais um dia abençoado na mesa do quintal verde, ensolarado.

Quero mais gargalhadas com a Katia contando que desfilou pelo morro com uma galinha debaixo do braço pro programa de tv, fingindo que não era nada.

Mas como só querer não basta... Hasta!

Aconchego Carioca
Rua Barão de Iguatemi, 379 – Praça da Bandeira
Rio de Janeiro/RJ
Fone: (21) 2273-1035

MAPINHA AQUI

Escrito por Marcelo Katsuki às 20h34

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O melhor de São Paulo

Perdeu o especial que a Folha deu ontem sobre os melhores da cidade? Relax, você pode acompanhar tudo no canal O Melhor de São Paulo da Folha.com.

E pra quem não perdeu e já devorou o caderno todo, o site traz ainda 15 vídeos exclusivos com entrevistas e segredos dos bares, além de podcasts e enquetes. Vai lá, o conteúdo é aberto! Clique aqui e desfrute.

Escrito por Marcelo Katsuki às 11h16

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Por uma vida mais picante

‘Que picante pero que rico!’
Ode às picâncias por Hugo Delgado*

"Meu señor, minha señora, señorita, que medo é esse contra o chilito? Diminutivo de chile (que aqui chamam de pimenta e confundem com aquela outra que nem parente é, picante a confusão!), na minha terra usamos ‘chilito’ quando falamos com carinho, sentimento que sinto em abundancia por este fruto do continente americano que se espalhou pelo mundo pelas barcas espanholas e portuguesas. 

Sou apaixonado pela pimenta que me perfuma os momentos, me incita travessuras, me pica a curiosidade, que me arde os lábios e me queima a língua, que me adormece as extremidades, hipnotiza meus pensares, me da água na boca, acelera meus pulmões, me excita as paixões e me erotiza as intenções. Como alguém poderia voluntariamente se privar de um alimento com tantos benefícios comprovados? 

Hoje o chile é personagem central nas culinárias de muitos países e quase a metade da humanidade se rende aos encantos deste elixir. Coloque um pouco do mexicano chipotle nos ovos mexidos do café da manhã e o dia fica ensolarado. Para se refrescar numa acalorada tarde em Belém do Pará a tradição manda um escaldante tacacá com sua pimenta-de-cheiro amazônica. E basta sentir nos lábios os efeitos do pequeno - mas picante - olho de pássaro de um explosivo curry thai para se sentir a verdadeira Angelina Jolie.

Nós dos restaurantes Bankao, Condessa, Suri e Obá nos unimos para lançar um convite a encarar o universo das pimentas. Tem quem acha que nosso esforço pode espantar as pessoas. Mas a pimenta é um prazer que tem que ser encarado sem pudor! Para os temerosos, ofereceremos receitas para todos os níveis de tolerância. E para os valentes vamos preparar pratos para separar os machos dos macho-menos, como diria a minha mãe. Vamos cozinhar juntos por uma vida mais picante."

* Hugo é restauranter do Obá restaurante

Serviço:
O Festival das Pimentas vai até o dia 26 de junho nos restaurantes Obá, BanKao, Condessa e Suri Ceviche Bar.

Escrito por Marcelo Katsuki às 10h20

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Melhores do Ano da Prazeres da Mesa/Bohemia

Cenas do evento de ontem

Conheça o resultado do Prêmio Prazeres da Mesa/Bohemia anunciado ontem na festa de 8 anos da revista no Grand Hotel Hyatt. Os vencedores foram indicados por 5.339 leitores e eleitos por um júri especializado.

Chef do ano
Pascal Valero (Kaá, São Paulo)

Chef revelação - empate
Thiago Castanho (Remanso do Peixe, Belém)
Ivo Lopes (Due Cuochi, São Paulo)

Restaurante do ano
Tre Bicchieri (São Paulo)

Restaurante de cozinha brasileira
Oficina do Sabor (Olinda, PE)

Barman
Marcelo Serrano (MyNY Bar, São Paulo)

Sommelier
Tiago Locatelli (Varanda Grill, São Paulo)
Jô Barros (Dui, São Paulo)

Barista
Isabela Raposeiras (Coffee Lab, São Paulo)

Bar do ano
MyNY (São Paulo)

Chef pâtissier
Carole Crema (La Vie en Douce, São Paulo)

Banqueteira
Adriana Cymes (Buffet Arroz de Festa, São Paulo)

Brigada
Parigi (São Paulo)

Artesão da gastronomia
Amma Chocolate (Bahia)

Personalidade da gastronomia
Alex Atala (D.O.M., São Paulo)

Responsabilidade social na alimentação
ONG Banco de Alimentos (São Paulo, SP)

Personagem do vinho
Carlos Cabral (consultor)

Veja a cobertura completa clicando aqui.

Escrito por Marcelo Katsuki às 14h40

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Agora a cerveja japonesa

Do ano passado, mas vale a pena ver de novo.

Escrito por Marcelo Katsuki às 11h42

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Como se faz uma cerveja

 

Escrito por Marcelo Katsuki às 10h30

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

São Paulo Bom de Mesa

Terminou ontem a sétima edição do festival São Paulo Bom de Mesa. O festival é bom de mesa mas o blogueiro é bom de cama: gripado e atolado de serviço, acabei não indo a nenhum restaurante. Só consegui provar a sobremesa do menu do Amadeus, numa rápida passada pelo restaurante tarde da noite, onde alguns chefs relaxavam depois do final do evento.

Doces dos Engenhos Pernambucanos (Cartola, bolo de rolo, Souza leão com calda de café e vinho do porto e sorvete de tapioca com mel de engenho) que o chef Cesar Santos, do restaurante Oficina do Sabor, de Recife (PE), trouxe para o Amadeus da chef Bella Masano.

A 'cozinha brasileira' reunida no restaurante Amadeus: Ana Luiza Trajano, César Santos, Carlos Ribeiro, Bela e Tereza Paim, que prepara uma filial do seu Terreiro Bahia para o segundo semestre em Salvador. Ops, podia contar?

Escrito por Marcelo Katsuki às 11h58

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Receitas reais para jantares imaginários

Bettina e seu livro. Festival vai até o dia 16, sempre no jantar.

Na semana passada participei de um jantar com Bettina Orrico, uma das grandes damas da cozinha brasileira. Bettina faz parte da minha história e certamente da de muita gente. Como minha mãe colecionava a revista Claudia, era impossível não dar uma olhada na Claudia Cozinha, que ela editava. Passava horas mastigando aquelas páginas, sempre fui guloso. Era um garoto 'magro de ruim', diziam.

Quando Bettina lançou o livro "Os Jantares que Não Dei", passei noites cozinhando no meu fogão imaginário. Lia suas histórias e fechava com os jantares, lambendo cada linha de suas receitas. Agora essas refeições ganharam vida nas mãos da chef Flávia Mariotto e de seu sous chef João Henrique Sant Anna.

Particularmente, adorei a Sopa de tomate com lulas e o Filé com pimenta comari, que vem com um pirão de leite 'encantado' e uma couve rasgada que me fez pousar os pés no chão. Comida boa é comida simples, bem feita. E quem há de negar?

Abaixo, os pratos que provei.

Salada de lascas de bacalhau com verdes e torradinhas (R$ 26), de um jantar à portuguesa para o cantor maranhense Zeca Beleiro.

A aromática Sopa de tomate com lulas perfumadas (R$ 25), para o escritor João Ubaldo Ribeiro.

Salada de mini rúcula com laranja, tâmaras e castanha do Pará ao molho oriental (R$ 24), para o ator Sérgio Viotti.

Filé com molho de pimenta comari, pirão de leite e couve rasgada (R$ 58) para o chef francês Paul Bocuse.

Lombinhos de porco à moda da serra e arroz com ervilha torta fresca e abacaxi grelhado (R$ 53) para homenagear o ator Raul Cortez.

Fondant au chocolat com calda de mexerica (R$ 18) para a arqueóloga Nìede Guidon. Se chocolate com laranja é bom, com mexerica é superlativo!

Agora só precisam inventar uma dieta imaginária pra gente poder comer tudo o que tiver vontade e não engordar. Ilusão?

Para comprar o livro da Bettina, clique aqui. Tá com preço especial lá na Livraria da Folha!

Mercearia do Conde
R. Joaquim Antunes, 217 - Pinheiros
Telefone: 0/xx/11/3081-7204

MAPINHA AQUI

Escrito por Marcelo Katsuki às 11h40

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Piazza 36: o oásis da República

Na semana passada chamei o Thiago e fomos conhecer o restaurante do chef Renato Carioni (chef também do Così), um bufê de saladas com opções de pratos quentes e grelhados na Praça da República, número 36 (daí o nome Piazza 36).

Claro que a gente se perdeu e ficou dando voltas na praça, então fica a dica: é vizinho do Almanara, na esquina da Basílio da Gama. Resolvido esse problema de geolocalização, vamos engordar um pouco que o 'estrago' foi grande.

As opções do bufê são boas: desde os triviais alface e tomate até carpaccio, cuscuz marroquino, tabule, rolinhos de abobrinha e berinjela, frios, grãos e dois tipos de brusqueta. 

Havia ainda uma quiche de abóbora com carne seca muito boa, um parmesão para 'picar' e uma sopa, mas dessa nem deu para chegar perto. Era muita comida.

Fiz meu primeiro pratinho até que decente, com alguns dos gostosos rolinhos, escondidos atrás do aspargo. Mas na hora de escolher o prato quente, o maitre disse que podia-se pedir uma degustação com um pouco de cada uma das cinco opções. E ainda escolher um grelhado. Daí o bicho pegou, e não foi sopa, rs.

De cara, um Agnolotti especialíssimo, de carne desfiada bem temperada, envolto no molho do assado, daqueles que ficam grudando os lábios. O Gnocchi ao pesto de rúcula com presunto defumado também estava bom, mas como competir com aquele molho encorpado e pegajoso?

Dois risotos: o primeiro de aspargos, mais leve; o segundo, de lula com beterraba assada e aroma de limão. Uau! A cor é inusitada mas não se deixe impressionar, vale muito a pena.

A terceira opção de massa, um Paglia e fieno à carbonara, veio com minha opção de carne: um paillard de filé com gostinho bom de alecrim.

O Thiago optou pelo filé de frango e se deu bem: carne macia, bem temperada, no ponto.

As sobremesas são um show à parte. Pedi a Torta de maçã (R$ 11) mas sem o sorvete. Dá uma olhada nessa massa estaladiça, com recheio farto e calda de doce de leite. 

O Thiago não dispensou o sorvete e mergulhou no Brownie de chocolate com castanhas (R$ 11). Nem vou descrever a maravilha, a imagem já fala por si. Obsceno de bom!

O Piazza 36 é a boa nova na região da República. A casa do chef Renato Carioni em parceria com Leonardo Recalde e Diogo Nobuyuki tem uma cozinha impecável numa região carente de boas opções. O preço do bufê durante a semana é de R$ 38,50, mas vale muito a pena. E de quarta à sexta ainda rola um happy hour por R$ 12, sempre depois das 17 horas. É beber para crer.

Piazza 36
Praça da República, 36, Centro (esq. Basílio da Gama)
Tel.: 0/xx/11/3129-8748

Escrito por Marcelo Katsuki às 02h11

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Não caímos

Bia, da revista Menu, e o visual da av. Faria Lima ao fundo.

Só quando o guindaste começou a subir a mesa com os 22 comensais foi que me perguntei: "O que é que estou fazendo aqui?". Tarde demais. Virei dois shots de uísque e quantas taças de cava consegui enquanto o vento brincava de girar a mesa, pendurada a 50 metros de altura.

Adoro montanha-russa e roda gigante mas senti um frio na barriga. Porque a gente sabe que nunca aconteceu nada, mas sempre se imagina estampando uma manchete do tipo "Caiu segurando o copo, tadinho". Sou dramático.

A experiência do Dinner in the Sky é inusitada mas divertida. Nessa edição estão sendo realizadas 38 subidas da plataforma com a participação de 13 chefs. Participei do "Dinner" a convite da Freixenet, que fez o jantar em comemoração aos seus 150 anos. No final do ano o evento deve se repetir e ser aberto ao público, já que dessa vez foi fechado para convidados. 

Juliano Valese, o chef da noite, embalando as comidas nas caixas térmicas.

Minha cara de feliz na subida, depois de duas corridas até o banheiro, ao lado do meu amigo Junior do blog Que Delícia!

Mas vamos a que interessa: as comidas. Se bem que lá em cima sua percepção muda (pelo menos a minha) e você come meio sem perceber. A gente fica mais ligado na questão: "Cair ou não cair", rs. 

Entrada fria: Gazpacho Andaluz e Ceviche de vieiras e lagostim.

Entrada quente (super bem-vinda, naquele frio lá de cima!): Creme de abóbora com mexilhões. E um pão com jamón serrano.

O principal foi um Robalo grelhado com arroz negro e chips de mandioquinha e pimenta biquinho.*

De sobremesa, Crema catalana com morango.

Sabe que passa rápido? Quando a plataforma começa a descer dá até vontade de ficar mais. Eu mesmo, já estava até tombando a poltrona para trás para ter mais emoção e poder olhar as estrelas. Mas melhor não abusar da sorte.

Sente o clima: a plataforma e a subida, nessas fotos do Marcelo Kura.

*Legenda corrigida em 8.jun.11.

Escrito por Marcelo Katsuki às 22h06

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

No céu sem sair do chão

Preparar, apontar, fogo!

Eu ia deixar esse post para amanhã, pois vou participar hoje do Dinner in the Sky sob o comando do chef Juliano Valese, daí já engatava essas fotos da degustação que fiz lá no balcão de tapas do Torero Valese recentemente. Mas dramático que sou, pensei: "E se eu não voltar lá do céu?". Nunca se sabe, né gente?

Daí ia pro saco - comigo junto - a chance de mostrar o trabalho do talentoso Juliano. Esse serviço de degustação de tapas, disponível apenas no jantar de quinta à sábado por R$ 75, oferece a oportunidade de ver o chef em ação, criando as tapas ali na sua frente. Tapas muito boas, por sinal. De se ver e de se comer. Óia!

Um shot de gazpacho frio e bem temperado é sempre um ótimo começo.

Vieiras marinadas em molho cítrico com cebola roxa, inspiração peruana.

Pão com tomate e jamón serrano.

Brie gratinado, pasta de tomate catalão e manjericão, servidos na berinjela empanada. Esse merece bis!

Combinação inusitada e por isso mesmo inesperadamente boa: rosbife de filé com queijo cremoso e caviar.

Pulpo a la galega, com páprica doce e picante, azeite e flor de sal.

Gambas ao ajillo: camarões rosa com alho laminado, pimenta calabresa e azeite, flambados no jerez.

Robalo grelhado com arroz negro e chips de mandioquinha.

Fechando a degustação, mini churros com sorvete sobre Nutela, geleia de framboesa e doce de leite.

Se o Dinner in the Sky de hoje seguir essa cartilha, já estaremos no céu sem precisar sair do chão. Muito clichê? É o que acontece quando a gente fica em clima de partida, rs. Drama.

Torero Valese
Av. Horácio Lafer, 638 - Itaim Bibi
Telefone: 0/xx/11/3168-7917

MAPINHA AQUI

Escrito por Marcelo Katsuki às 12h48

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Agenda de quinta

A chef Mara Salles lançará no dia 6 de junho seu primeiro livro "Ambiências - Histórias e Receitas do Brasil" na Livraria Cultura do Conjunto Nacional (Av. Paulista, 2073). O livro conta a trajetória da cozinheira - grande pesquisadora da culinária brasileira - e suas viagens pelo país, intercalando receitas. Das 18h30 às 21h30.

O Senac São Paulo apresenta o curso de extensão universitária "Chocolates Contemporâneos: novos sabores e texturas" com o chef Christophe Rhedon da Ecole Lenôtre. As aulas acontecerão de 6 a 10 de junho na unidade Aclimação. No dia 11 será realizada uma aula demonstrativa aberta ao público ao custo de R$ 100. Inscrições pelo tel. 0/xx/11/3795-1299 ou pelo e-mail: aclimacao@sp.senac.br.


Na próxima quarta, dia 8, a chef Cris Maccarone vai ministrar uma aula de Cocina Regionale Italiane com comidas do norte da Itália. No cardápio do curso, Insalada de radicchio e pancetta, Risi e Bisi, Filé de maiale, Polenta al gorgonzola e Panna cotta alle fragole. A aula começa às 20h e custa R$ 180. Endereço: Rua Conde de Itu, 668, Alto da Boa Vista. Reservas pelo tel. 0/xx/11/5548-0358.


O restaurante eñe (Rua Doutor Mario Ferraz, 213, Jd. Europa - tel. 0/xx/11/3816-4333) realiza nos dias 6 e 7 de junho em São Paulo um festival com o chef Mauro Barreiro do restaurante Skina, de Andaluzia, que tem uma estrela no Guia Michelin. No menu, vieiras grelhadas, robalo defumado e cordeiro no próprio molho, entre outros pratos. O festival custa R$ 195 e se segue para o eñe do Rio de Janeiro nos dias 8 e 9 de junho.


Quem visitar a Casa Cor de SP poderá assistir a uma aula no Bar e Bistrô Funcional na BGourmet projetada pelos arquitetos Saulo Szabó e Fernando Oliveira. No dia 4 tem o chef Fred Frank, dia 11 o chef Meguru Baba e dia 17 a chef Flávia Quaresma. Também programadas aulas com Luciano Nardelli (D.O.M.), Tsuyoshi Murakami (Kinoshita) e Viko Tangoda (Buffet Viko). Informe-se e increva-se aqui.


O "Mulheres na Cozinha" traz Liane, Iza, Paula e as Lucilas para um festival de arrozes no restaurante Na Cozinha (Rua Haddock Lobo, 955, Jardins - tel. 0/xx/11/3063-5377). Por R$ 29,90 será possível comer Arroz de pato com tucupi, Arroz de cuxá ou opções vegetarianas como Risoto de pera com brie ou de figo com balsâmico e mel. A degustação com três risotos sai pelo mesmo preço. De 3 a 11 de junho, apenas no jantar.


O Lapinha Spa chega a São Paulo com seus produtos orgâncios que estarão à venda em 12 lojas do grupo Pão de Açúcar. Alphaville, Shopping Iguatemi, Gabriel Monteiro da Silva, Maranhão e mais oito lojas vão vender as bolachas feitas com ingredientes cultivados no próprio spa, um centro de saúde integral localizado no interior do Paraná. Em breve, os ótimos pães e sucos também devem ser comercializados na rede.


O P. J. Clarke's (Rua Dr. Mario Ferraz, 568, Jd. Paulistano - tel. 0/xx/11/3078-2965) está promovendo seu Festival de Hambúrguer "Totalmente New York" com opções seis criações inéditas. A que mais me chamou a atenção foi o Manhattan, com hambúrguer, mozarela de búfala e berinjela à siciliana. Mas tem também o China Town, com hambúrguer de siri com acelga picante e molho tártaro. O festival vai até o dia 31 de agosto e qualquer hambúrguer sai por R$ 36,66.

A Expand começou a importação da vodca polonesa super premium Pravda. Feita com grãos de centeio doce e água proveniente dos Montes Cárpatos, é finalizada em um alambique de cobre, obtendo um sabor mais suave. A garrafa de 375ml (R$78,00) e 750ml (R$128,00) podem ser compradas na loja virtual da importadora. www.expand.com.br

Escrito por Marcelo Katsuki às 12h20

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sopa fria de chocolate branco com iogurte

Se você tá com o bolso furado, como este que vos fala (pronto, baixou o colunista do interior) mas leva jeito com as panelas, arregace as mangas e vamos preparar essa belezura que é a Sopa fria de chocolate branco com iogurte do Sergi Arola. Foi motivo de muito gemido no almoço de ontem, bota o povo pra suspirar em casa também.

Cremosa, densa, envolvente: pra comer vários copinhos.

Sopa fria de chocolate branco com iogurte
Rende 20 porções

Ingredientes:
- 1 litro de creme de leite fresco
- 300 gr de chocolate branco
- 320 gr de iogurte natural
- 1 colher de vinagre de framboesa
- 1 xícara de morangos picados
- Açúcar (opcional)

Preparo:

Ferva o creme de leite mexendo sempre e adicionando aos poucos o chocolate branco picado a fim de derretê-lo completamente. Esfrie e então adicione o iogurte. Prove e se preferir mais doce, adicione açúcar ou adoçante. Leve à geladeira.
Adicione o vinagre de framboesa aos morangos e deixe marinar. Na falta, use aceto balsâmico ou mesmo limão (licença poética minha, sei que alguém vai perguntar).
Distribua o creme em tacinhas ou copinhos com o morango picado por cima e sirva. Pode decorar com uma folhinha de hortelã. Pronto, arrasou.

Escrito por Marcelo Katsuki às 03h00

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Marcelo Katsuki Marcelo Katsuki é editor de arte de Mídias Digitais da Folha, colaborador da revista sãopaulo e colunista da "Prazeres da Mesa".

BUSCA NO BLOG


TWITTER

    Twitter RSS

    ARQUIVO


    Ver mensagens anteriores
     

    Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
    em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.