Marcelo Katsuki

Comes & Bebes

 

Objeto de Desejo

Geladeirinha vintage

Geladeirinha vintage


Mais um daqueles objetos de desejo! Brastemp Retrô é o mais novo lançamento da marca no segmento de mini refrigeradores. Visual 50's com pé-palito e puxador cromado, mas a tecnologia é de ponta! Nas cores azul, amarela e vermelha. O preço sugerido é inversamente proporcional ao tamanho: R$ 999. Mas como diz aquele samba-enredo: 'sonhar não custa nada...' (e bem que podiam fazer uma versão 'adega').

Escrito por Marcelo Katsuki às 00h19

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Porta-garrafa para vinho

Porta-garrafa para vinho



Consuuuuumo!!! E por falar em retrô, olha que incríveis essas 'latinhas' para garrafas de vinho! Achei muito legal, dá pra carregar com segurança e até presentear os amigos, de preferência com um bom tinto dentro, hehe. Ou branco, rosé, espumante... cada um com suas preferências!

É da "Silla Objetos" e é feita em papel-cartão resistente e metal, e vem com alça para ser carregada como uma bolsa. Pode ser encontrada na Benedix e o preço sugerido é de R$ 15,00, mui atraente. Vou lá conferir.

Escrito por Marcelo Katsuki às 00h45

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Entrou pelo cano!

Entrou pelo cano!



Quando a gente pensa que não tem mais nada para se inventar, você liga a TV no meio da madrugada insone e 'pow' - surge ela: a fantástica máquina de cozinhar macarrão que não vai ao fogo e nem usa energia elétrica. Como assim?

A propaganda é hilária: você vai colocar a massa na panela comum e cai tudo fora. Na hora de escorrer, o espaguete cai na pia, você se queima, um "fuá" na sua triste cozinha da idade da pedra. "Mas não se desepere, seus problemas acabaram!" Com esse novo "utensílio" você despeja água quente sobre o macarrão e assiste ao seu cozimento pelo tubo transparente. Vira o tubo na pia e a água sai pelos furinhos, como um saleiro gigante. É a salvação da dona de casa moderna!

A cozinheira, atrevida, ainda joga um pedaço de manteiga dentro do tubo quente, algumas ervas e sacode feliz da vida antes de virar o tubo na travessa e servir os nhoques fumegantes. Além de servir para cozinhar e agregar o molho à massa, o 'tubo' ainda pode ser usado para guardar o macarrão no armário. Demais? Mas se era tão simples assim, como ninguém pensou nisso antes?

Fiquei curioso, não consigo imaginar a massa cozinhando sem as ondas de água fervente girando na panela. Será que funciona mesmo? Será que não gruda tudo ou fica empapado? Pensei até em simular utilizando uma garrafa térmica, mas achei meio insano. Se alguém já testou ou comeu macarrão feito no "tubo", que atire a primeira pedra!

Escrito por Marcelo Katsuki às 00h15

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Marcelo Katsuki Marcelo Katsuki é editor de arte de Mídias Digitais da Folha, colaborador da revista sãopaulo e colunista da "Prazeres da Mesa".

BUSCA NO BLOG


TWITTER

    Twitter RSS

    ARQUIVO


    Ver mensagens anteriores
     

    Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
    em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.